terça-feira, 19 de outubro de 2010

Cruz de Combate de 2ª Classe


Criada pelo Decreto-Lei 6795 de 17 de agosto de 1944, a Cruz de Combate era destinada aos militares que se distinguirem em ação, sendo:

a) A de 1ª classe - para todos os que praticarem atos de bravura ou revelarem espírito de sacrifício no desempenho de missões em combate. Essa medalha poderá ser conferida a unidades que se destacarem na luta.

 b) A de 2ª classe - aos participantes de feitos excepcionais praticados em conjunto por vários militares.

A Cruz de Combate de 1ª Classe - De prata dourada, formada por uma Cruz de Malta, maçanetada de oito pérolas, no anverso, contornada de um filete em relevo, com 1 milímetro de largura, nos intervalos dos ramos resplendor canelado, formando um quadrado com uma ponta em cada vão, a cruz carregada no centro de um disco com cinco estrelas na disposição do Cruzeiro do Sul tendo em torno uma coroa de louro, tudo em relevo.

Ao alto, por traz da cruz, pequena argola, presa a duas garras, uma na cruz, outra em um emblema composto de uma âncora e de um canhão passados em cruz e de quatro bandeiras e quatro fuzis, dois fuzis e duas bandeiras em cada lado, carregados de um globo geográfico, sobrecarregado das letras maiúsculas: F E B alinhadas, tudo lavrado em relevo, tendo ainda por trás uma garra com uma argola para prender a fita.

No reverso as legendas alinhadas: ESTADOS UNIDOS DO BRASIL; logo abaixo: relevo, sendo a palavra primeira abreviada: em seguimento virão gravados o nome do combate lembrado e a data em que foi praticado o ato de bravura.
Fita de seda chamalotada de vermelho com bordadura verde nos lados.    

A Cruz de Combate de 2ª Classe - em tudo semelhante a de 1ª Classe, sendo porém, de prata e tendo no reverso: "2ª Classe" em lugar de "1ª Classe".




Esta medalha pertenceu a Jerônimo Cardoso.
(não tenho mais informações)  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...