sábado, 15 de outubro de 2011

Cruz de Fogo - Bélgica 1ª Guerra

Croix Du Feu

A "Carta da Fogo" foi criado em maio de 1932 para ser atribuído a todos os belgas e voluntários estrangeiros que tenham completado pelo menos 12 meses em uma unidade em contato com o inimigo. Em abril de 1933 criou-se o emblema da Cruz de Fogo usada na lapela pelos portadores das "cartas de Fogo" foi inicialmente reconhecido como Documento de Registro de Serviço ou  "Carte du Feu" e a emissão de um emblema de lapela. Em fevereiro de 1934, o emblema e documento foi substituído pela Medalha Cruz de Fogo (Croix du Feu).

Emblema de lapela

 Este atribuído a um soldado Francês, além da Cruz de Fogo, ele também recebeu a Croix de Guerre com duas palmas das mãos, a Medalha Voluntário Combatente, a Medalha da Vitória e da Medalha Comemorativa 1914-1918.

A medalha tem a forma de um retângulo montado sobre uma cruz grega curta. O anverso mostra um campo de batalha com uma arma de artilharia de campo na distância e um capacete e baioneta em primeiro plano. Um sol radiante rompendo as nuvens acima. Esta cena é emoldurada por dois pilares de louro a esquerda e a direita. O reverso mostra um ramo de louro diagonal com a inscrição central "SALUS PATRIAE SUPREMA LEX", inferior direita são as datas 1914-1918 e parte superior a esquerda uma coroa real radiante. A assinatura designers "A. Rombaut" é canto inferior esquerdo. A medalha existem em três variantes 

A fita: vermelho com três listras azuis, uma no centro e as outras duas perto das bordas

Cruz de Fogo do Tipo A2

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...