quarta-feira, 11 de abril de 2012

Cruz de Ferro 1914 2ª Classe

“Eisernes Kreuz 1914 2ª Klasse”

A Cruz de Ferro é indubitavelmente a mais rica e notória condecoração alemã da História. A longa tradição data de 1813, quando o Rei Friedrich Wilhelm III da Prússia instituiu a condecoração durante a Guerra de Libertação contra Napoleão. A Cruz voltou a ser suspensa nos uniformes dos admiráveis soldados alemães em 1870, na Guerra Franco-Prussiana, e novamente em 1914 na Primeira Guerra Mundial. Com o sacrifício dos homens condecorados por ela, seu semblante tornou-se sinônimo do antigo mundo alemão de coragem e triunfo. Na nova ordem mundial, onde a Alemanha se tornou uma paria depois da Primeira Guerra Mundial, restaram poucas lembranças dos conflitos do passado que eram fonte de orgulho. Antes de mais nada, a prata e o preto antigos foram reminiscências dos galantes guerreiros prussianos, das grandes vitórias da era de Bismarck e da bravura dos soldados da Primeira Guerra Mundial. 

A Cruz tinha tido uma inquestionável aura desde quando foi criada. Instituída pelo Rei da Prússia Friedrich Wilhelm III em 10 de Março de 1813, a Cruz de Ferro foi imaginada como uma condecoração temporária para reconhecer os esforços contra Napoleão. Três classes da condecoração foram criadas: segunda, primeira e a Grã-Cruz, com o processo de condecoração inovador para a época, onde haviam várias classes da sociedade com uma determinada condecoração para cada uma. Esta não fazia distinção de situação social é o que distingue a Cruz de Ferro das demais condecorações contemporâneas concedidas pelas demais casas reais. Considerou-se que uma ação privada de efeito geral afetaria o resultado de uma batalha. Esta rara lógica deste tempo ditou que a Cruz de Ferro seria concedida democraticamente, sendo todos os níveis elegíveis para uma das classes da Condecoração. Karl Friedrich Schinkel, uma arquiteto de 31 anos de Berlim, foi incumbido pelo Rei de criar este símbolo para que fosse conhecido como a "Eiserne Zeit" da Prússia (Tempo de Ferro). Friedrick Wilhelm requisitou que a concepção deveria incluir a Coroa Prussiana, sua cifra real, a data de instituição (1813) e uma representação de folhas de carvalho, a árvore sagrada da Alemanha. A versão 1914, ou a terceira emissão, traz este ano na fase frontal e o ano de instituição no reverso.
  
Texto: Schimitd Antiguidades
Fotos Milton Basile


  



2 comentários:

  1. Eu não coleciono medalhas estrangeiras, mas essa medalha é uma que eu teria pela sua carga histórica.

    ResponderExcluir
  2. Realmente muito significativa. Gosto muito dessa.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...