segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Escavação resgata restos de 400 soldados da 1ª Guerra

Na batalha de Fromelles, milhares de soldados aliados foram mortos em menos de 24 horas

Associated Press

PARIS - Escavadores num vilarejo rural do norte da França iniciaram nesta terça-feira, 5, a exumação dos restos de mais de 400 soldados australianos e britânicos que morreram na Primeira Guerra Mundial.

Os restos, enterrados em um aglomerados de túmulos coletivos descoberto em 2008, serão sepultados individualmente num cemitério construído no local.

Autoridades francesas, britânicas e australianas reuniram-se na vila de Fromelles para a cerimônia que marca o lançamento do projeto, que deverá ser concluído dentro de um ano.

Um historiador amador australiano descobriu os túmulos - que contêm o maior número de mortos australianos da 1ª Guerra já encontrado - em um campo lamacento na borda de um bosque em 2008, levando o governo australiano a lançar uma investigação.
Os restos mortais parecem datar de uma única noite de batalha, há mais de 90 anos. Foi na noite de 19 de julho de 1916 que as forças australianas lançaram-se na Batalha de Fromelles, a primeira operação de combate do país da Oceania no fronte ocidental.


Mais de 5,5 mil australianos foram mortos em menos de 24 horas, no que historiadores consideram o maior desastre militar da história australiana. também pereceram mais de 1,5 mil britânicos, abatidos por metralhadoras e canhões da Alemanha. Tropas alemãs depois sepultaram os mortos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...